segunda-feira, 30 de abril de 2012

INTRODUÇÃO DE SÃO JOSÉ EM PONTA DA SERRA – Por Antonio Correia Lima


1895 - Os festejos a São José teve início, quando da   construção da “Casa de Oração”em  1895 – 12 DE  DEZEMBRO ,quando foi celebrada a primeira missa , dando por iniciado o Núcleo Primitivo  da Povoação de Ponta da  Serra, celebrada pelo então padre Antonio Alexandrino de Alencar .
Vale salientar que a referida  casa de oração foi construída  pelo vaqueiro José Bernardo Vieira e sua mulher Maria Felícia. Por este fato, o José  ficou para a história como o fundador de Ponta da  Serra , e é por isso  que o nosso hino diz ”Patrimônio de dois José: Um santo , outro vaqueiro “

1930/32 - A atual capela, que hoje é sede da Paróquia de São José  foi  construída  entre 1930/32 – em regime de mutirão com trabalhos voluntários, tendo neste época como vigário em Crato, e celebrante em Ponta da  Serra  Mons.Francisco de Assis Feitosa. Destaque para Moisés Xenofonte de Oliveira.
1940 – chegada da imagem grande de São José, com grande festa  nos dias 22, 23, 24 de novembro de 1940, ficando , por alguns anos, os festejos ao Padroeiro,  neste período, depois  votando  para o meus de março, como antes, e com a criação da Paróquia, para  o final de abril com encerramento no dia 1º de maio, Dia  do Trabalhador
1967 - PARÓQUIA:  criada  em 08 de setembro de  1967, tendo como primeiro vigário, o recém  ordenado  em Roma, Padre Francisco  Salatiel  Alencar Barbosa.Nessa época, a Diocese acha por bem mudar a data dos festejos para o final de abril, com final no dia 1º de maio, denomina de Paróquia de São José Operário de Ponta da  Serra, permanecendo a mesma imagem, que não se caracteriza  como a de São José Operário, com suas  ferramentas.
DÉCADAS 30/40: auge das grandes festas do padroeiro com as disputas dos partidos e das rainhas.

IMAGENS PRIMTIVAS:  a primeira imagem  de São José de aproximadamente 40 cm, de altura, em gesso, encontra-se em poder de uma das netas do José Bernardo, Socorro de Têta, em Crato. A referida imagem esteve como imagem principal até 1940, quando da chegada da imagem grande ( 2ª), quando passar a figurar como imagem auxiliar até a década de 1960, quando da chegada da imagem média, e neste momento, a imagem primitiva é entre aos herdeiros do José Bernardo